O GLOBO – Após reconhecimento pela Unesco, Sítio Burle Marx se torna Patrimônio Cultural do Rio

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

RIO – Foi sancionada nesta segunda-feira, dia 27, pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), a Lei 9.417/21, que concede ao Sítio Roberto Burle Marx, em Barra de Guaratiba, o título de Patrimônio Cultural do Estado do Rio. De autoria do deputado André Ceciliano (PT), a lei prevê a realização de ações e convênios para financiamento de obras e ações de manutenção da propriedade pelo Poder Executivo.

O Projeto de Lei foi votado e aprovado pela Alerj no dia 1º de setembro. No último mês de julho, a Unesco reconheceu o Centro Cultural como Patrimônio Mundial da Humanidade, após um longo e rigoroso processo, que levou cerca de seis anos. A gestão da propriedade, que foi doada ao Governo Federal em 1985, é de responsabilidade do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Diretora do sítio, Claudia Storino conta que não sabia do andamento do Projeto de Lei na Alerj e foi surpreendida pela notícia do reconhecimento, nesta segunda-feira. Para ela, a iniciativa é positiva e necessária.

— Acho que é positivo. Achei interessante e acho que todo movimento em favor do patrimônio cultural é válido, importante e necessário. Fico à disposição do governo do estado e feliz por mais um reconhecimento — comentou.

Com mais de 400 mil metros quadrados de área, o sítio reúne aproximadamente 3.500 espécies de plantas e funcionou, durante 20 anos, como laboratório para o arquiteto e paisagista Roberto Burle Marx, que viveu no local até a sua morte, em 1994, seis anos antes do tombamento do espaço.

O sítio funciona de terça a sexta, e tem visitas começando às 13h, 13h30m e 14h. É preciso fazer agendamento via e-mail (visitas.srbm@iphan.gov.br), e a entrada custa R$ 10. Durante o tour guiado, profissionais apresentam as espécies e contam a história de Burle Marx.

 

* Matéria publicada no site do jornal O Globo e republicada na íntegra. Confira aqui.

Veja a matéria na edição impressa do jornal: 

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS NO SEU EMAIL OU POR WHATSAPP

Mais notícias

O deputado André Ceciliano (PT) cumpriu uma extensa agenda política nesta segunda-feira (16/5) nas cidades

Ceciliano defendeu o protagonismo das universidades para recuperação econômica do Rio As ações do presidente

A Comissão Especial de Acompanhamento do Programa Supera RJ, criada pela Assembleia Legislativa do Estado

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), André Ceciliano (PT),

Comissão Parlamentar de Inquérito, presidida pelo deputado Luiz Paulo, vai analisar o compromisso de pagamento

Estado pode ser o primeiro da federação a possuir um plano regional. Medida pretende atrair

 Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta terça-feira (10/05), o Projeto