Alterações na cobrança do ICMS na importação serão votado hoje

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Será votado hoje dia vinte de dezembro, na Assembleia legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), em primeira discussão, o projeto de lei nº 3531/2017 de autoria do deputado estadual André Ceciliano que altera o artigo 30 da lei estadual nº 2657, de 26 de dezembro de 1996 que dispõe sobre o imposto sobre circulação de mercadorias e serviços. O PL cria uma regra de prioridade da cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na importação.

A proposta tem por objetivo alterar a seleção do local da operação para cobrança do ICMS, estabelecendo uma regra de prioridade para definição quanto aos bens e mercadorias importados do exterior.

Pelo projeto, será considerado o local da operação na importação, preferencialmente, o local da entrada do bem em território nacional. A alteração é de extrema importância para os municípios responsáveis pela manutenção e disponibilização de estrutura física necessária ao recebimento de mercadorias do exterior. A fim de resguardar o repasse da parcela constitucional reservada aos municípios.

Acesse o Portal Dia a Dia do deputado estadual André Ceciliano:
andrececiliano.net

#AndréCeciliano
#DeputadoEstadual
#TrabalhoNaAlerj

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS NO SEU EMAIL OU POR WHATSAPP

Mais notícias

André Ceciliano anunciou que vai se reunir com o Ministério Público e que estuda propor

Através da Lei 9.515/21, parlamento doou R$ 20 milhões pra restruturação do arquivo municipal e

Embora o Rio de Janeiro produza quase 70% do gás natural do país, Governo federal

A histórica Fazenda Campos Novos fica localizada em Cabo Frio, na Região dos Lagos. O

O deputado André Ceciliano (PT) cumpriu uma extensa agenda política nesta segunda-feira (16/5) nas cidades

Ceciliano defendeu o protagonismo das universidades para recuperação econômica do Rio As ações do presidente

A Comissão Especial de Acompanhamento do Programa Supera RJ, criada pela Assembleia Legislativa do Estado