André Ceciliano busca compensação de perdas com a Lei Kandir

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Na quinta-feira (02/08), o presidente em exercício da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano, se reuniu em Brasília para reforçar a articulação pela aprovação do Projeto de Lei Complementar 511/2018, que prevê compensações aos estados e municípios com a Lei Kandir (87/96). Somente no Estado do Rio a estimativa é a de as perdas com a Lei Kandir a serem compensadas pelo governo federal somem R$ 27,8 bilhões até 2015, além de R$ 2,6 bilhões adicionais, por ano, a partir de 2016.

André Ceciliano participou pela manhã de uma reunião na Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e depois de encontro com o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia, para definirem qual o caminho a ser percorrido, pelos estados, para garantir o ressarcimento das perdas. Ele estava com o deputado Luiz Paulo, presidente da Comissão de Tributação da Alerj, além do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, e o Secretário-Chefe da Casa Civil, deputado Christino Áureo.

O presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), solicitou um estudo para identificar quais serão as fontes de recursos do Governo Federal para a execução do projeto de lei complementar federal (PLP) 511/18. A proposta prevê que a União repasse aproximadamente R$ 39 bilhões por ano aos estados, como forma de compensação das perdas provocadas pelas isenções fiscais garantidas pela Lei Kandir (Lei Complementar 87/96). O estudo deve ser entregue até a próxima terça-feira (07/08).

“A inclusão em pauta desse projeto é essencial para todos os estados da federação. Aqui no Rio, esses recursos vão ser fundamentais, especialemente para capitalizar o Rioprevidência e o fundo de pensão estadual. A reunião foi produtiva, vamos estudar um escalonamento do valor a ser repassado aos estados e prazos para amortização da dívida. O importante é que o Rio não sofra mais com essas perdas”, afirmou André Ceciliano.

Saiba mais sobre o PLC 511/2018

O objetivo do PLP 511/18 é compensar os estados e municípios com relação às perdas provocadas pela desoneração do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) dos produtos primários e semielaborados, destinados às exportações, como é o caso do petróleo e seus derivados. O regime de benefícios fiscais vigora desde 1997. O projeto que regulamenta a compensação precisa ser apreciado pelo Congresso Nacional até o dia 26 de agosto deste ano, por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF). Após este prazo, a regulamentação ficará sob responsabilidade do Tribunal de Contas da União (TCU). A proposta também obriga que o Governo Federal compense todas as perdas de arrecadação estaduais ocorridas desde 1996, com a entrada em vigor da Lei Kandir. Esse pagamento pode ser realizado gradualmente ao logo dos próximos 30 anos.

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS NO SEU EMAIL OU POR WHATSAPP

Mais notícias

Presidenta do PT diz que papel do ex-secretário de Assuntos Federativos vai além da sua

Lei determina a instalação de composteiras orgânicas nas escolas e foi proposta através da plataforma

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano

Fotos: Antônio Pinheiro O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva arrastou uma multidão pelas ruas

O Circo Voador, na Lapa, ficou lotado na noite desta quinta-feira (06/10), em um ato

Em clima festivo, o candidato ao Senado pela Federação Brasil da Esperança (PT/PV/PCdoB), André Ceciliano,

Foto: Reprodução / Instagram O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), votou na manhã deste