André Ceciliano reúne mais de 10 mil pessoas ao lançar pré-candidatura ao Senado

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

“André vai ajudar a gente a fazer com que o Rio volte a ter emprego, a vencer a violência e ser um estado símbolo para o Brasil”, afirmou Lula em vídeo exibido no evento

Mesmo com a chuva forte que caiu na Baixada Fluminense desde a madrugada, a casa de shows Via Music Hall (antiga Via Show), em São João de Meriti, ficou pequena para receber todos os que marcaram presença, neste sábado (30.4), no Grande Encontro Defesa do Rio, promovido pelo PT em torno do pré-candidato do partido ao Senado, deputado André Ceciliano, presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). As catracas da casa registraram a passagem de 12 mil pessoas no ato, que começou às 10h e terminou 13h30.

Conhecido pela sua capacidade de diálogo, André conseguiu reunir uma grande quantidade de prefeitos, deputados estaduais, federais e vereadores de 12 diferentes partidos, de diferentes pensamentos ideológicos, e também representantes de sindicatos, como a CUT e movimentos como o MST, até entidades patronais, como a Associação dos Supermercados e a Rio Indústria.

“Aqui tem vascaíno, como o (vereador) Lindbergh Farias, até flamenguista, como o deputado Dr. Luizinho, mas uma coisa nos une, acima de tudo, que é o Estado do Rio de Janeiro”, foi como André iniciou o seu discurso, logo após a exibição de um vídeo enviado pelo ex-presidente Lula especialmente para saudar os participantes do evento.

“O André pode ser a grande solução para o Estado do Rio de Janeiro. Levantar a moral do povo e ajudar a gente a fazer o Rio de Janeiro ter de novo empregos, a vencer a violência e voltar a ser um estado símbolo do Brasil”, disse Lula em sua mensagem.

André reforçou em seu discurso seu perfil conciliador. “Um sujeito falou assim: mas eu vi você beijando o governador. Tem uma foto sua beijando o governador! Tem uma não, tem mais de vinte!! Porque eu faço assim com todo mundo. Com muito respeito, mas com posição política, sem abrir mão das minhas convicções”, começou. “Eu não me envergonho do meu partido, nem me envergonho de ser político. O meu único partido foi o PT, quando alguns saíram nos piores momentos, nós fizemos questão de ficar, de botar a estrela no peito e defender o legado do presidente Lula e da presidenta Dilma. Como eu disse no inicio: seguramente temos torcedores aqui de várias correntes, mas o que a gente precisa nesse momento é unificar o estado do Rio de Janeiro. É buscar para o estado do Rio de Janeiro, como falou o presidente Lula, o desenvolvimento econômico e o emprego!”.

ENCONTRO ECLÉTICO

Do presidente da União Brasil, prefeito Waguinho (Belford Roxo), até as deputadas Jandira Feghali (PCdoB), Benedita da Silva (PT) e a ex-deputada Cidinha Campos, André não apenas deu uma demonstração de sua força política em todo o estado, mas também do carinho que conquistou ao longo dos anos. Comitivas de várias partes do estado foram prestigar o evento.

O prefeito de Bom Jesus de Itabapoana, Paulo Sergio Cyrillo (PL), veio de longe para prestigiar o amigo. “André tem ajudado muito a minha cidade, por isso fiz questão de vir de longe para dar esse abraço nesse dia que vai marcar o início de uma grande caminhada”, disse ele.

“Além de um ser um grande deputado e um presidente da Alerj que consegue construir o diálogo, ele é um ser humano extraordinário, disse o prefeito de Petrópolis, Rubens Bomtempo (PSB).

“O André tem a característica de ouvir e resolver. Todos os momentos que minha cidade teve problemas, ele abriu as portas de onde eu não conseguia chegar”, disse o prefeito de Nova Iguaçu, Rogério Lisboa (PP).

“Quem me ligava todos os dias, no auge de pandemia, perguntando como a Assembleia Legislativa poderia fazer para ajudar era o deputado André Ceciliano”, lembrou em discurso o deputado federal Dr. Luizinho, presidente do PP-RJ e coordenador da Comissão Externa de Enfrentamento da Covid-19 na Câmara Federal. “Pensamos diferente em muitas coisas, mas o Rio de Janeiro nos une”, disse.

O deputado estadual Luiz Paulo (Cidadania) discursou em nome de todos os parlamentares da Alerj. “Além da capacidade de diálogo, o André conhece profundamente os problemas do estado e tem como pauta principal a recuperação econômica do Estado do Rio de Janeiro”, afirmou.

O presidente do PROS, deputado Max Lemos, afirmou que “se hoje o Rio de Janeiro está batendo recordes de arrecadação, isso se deve em boa parte aos projetos que André aprovou na Alerj. “Ele pacificou a política do Rio”, disse Max, para quem André no Senado será um grande embaixador do Rio em Brasília.

Entre os prefeitos presentes, estavam também Bernard Tavares (Republicanos), de Carapebus; Marina Rocha (PMB), de Guapimirim; Vantoil (Cidadania), de Iguaba Grande; Fernanda Ontiveros (PDT), de Japeri; Fabiano Horta (PT), de Maricá; André Português (PSC), de Miguel Pereira; vice-prefeito Bagueira (SDD), de Niteroi; Juninho Bernardes (PSC), de Paty de Alferes; Glauco Kayzer (SDD), de Queimados; Fábio do Pastel (PODE), de São Pedro da Aldeia;  Manoela Peres (DEM), de Saquarema; Joa (PL), de Três Rios; Fernandinho Graça (PP), de Valença; Severino (DEM), de Vassouras; e Neto (DEM), de Volta Redonda.

Presentes, ainda, os deputados federais Benedita da Silva (PT), Chico D’Angelo (PDT), Chiquinho Brazão (Avante), Dr. Luizinho (PP), Jandira Feghali (PcdoB) e Julio Lopes. (PP) Dos deputados estaduais, estiveram presentes Adriana Balthazar (PSD), Andre Correa (PP), Bebeto (PSD), Brazão (União), Bruno Dauaire (União), Chico Machado (SDD), Dr Serginho (PL), Enfermeira Rejane (PCdoB), Eurico Júnior (PV), Giovani Ratinho (SDD), Gustavo Schmidt (Avante), Gustavo Tutuca (PP), Jair Bittencourt (PL), Lucinha (PSD), Luiz Martins (União), Luiz Paulo (PSD), Marcelo Dino (União), Márcio Canella (União), Márcio Pacheco (PSC), Marcos Muller (União), Martha Rocha (PDT), Max Lemos (PROS), Noel de Carvalho (SDD), Pedro Ricardo (PROS), Renan Ferreirinha (PSD), Samuel Malafaia (PL), Thiago Pampolha (União), Val Ceasa (Patriota), Valdecy da Saúde (PL), Wellington José (Podemos) e Zeidan (PT).

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS NO SEU EMAIL OU POR WHATSAPP

Mais notícias

Ceciliano defendeu o protagonismo das universidades para recuperação econômica do Rio As ações do presidente

A Comissão Especial de Acompanhamento do Programa Supera RJ, criada pela Assembleia Legislativa do Estado

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), André Ceciliano (PT),

Comissão Parlamentar de Inquérito, presidida pelo deputado Luiz Paulo, vai analisar o compromisso de pagamento

Estado pode ser o primeiro da federação a possuir um plano regional. Medida pretende atrair

 Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta terça-feira (10/05), o Projeto

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano