André Ceciliano é recebido com café nordestino na Feira de São Cristóvão

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Também estavam presentes a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB), o vereador Lindbergh Farias (PT) e o pré-candidato à deputado federal André Lazaroni (PV)

O deputado André Ceciliano (PT) foi recebido com um café da manhã típico do Nordeste durante o lançamento do movimento Nordestinos nas Eleições do Rio, nesta sexta (08), na Feira de São Cristóvão. O pré-candidato ao Senado reafirmou seu compromisso com as pautas do povo nordestino no Rio de Janeiro e a valorização de um dos pontos turísticos mais visitados da cidade.

“A gente tem um compromisso com o povo nordestino, a gente precisa garantir a tranquilidade dos trabalhadores nordestinos. A nossa bancada de senadores hoje falam muito do Brasil e esquecem o Rio de Janeiro. Eles esquecem que defender o Rio é defender o Brasil. Aqui é um exemplo perfeito, essa feira é do Brasil, não é só de São Cristóvão”, defendeu.

Ceciliano também apoiou a pré-candidatura a deputado estadual de Gilberto Teixeira (PV), diretor-executivo do Instituto da Feira de São Cristóvão. “É muito importante ter um representante da feira no parlamento, para fazer articulação com a FUNARJ e com a Secretaria de Cultura. Precisamos de representantes que mostrem para o Rio e o Brasil que isso é um patrimônio”, disse.

Teixeira agradeceu o apoio de Ceciliano e lembrou a participação do deputado no ato Sempre Juntos pelo Brasil, com Lula, na Cinelândia nesta quinta (7). “Ontem, ele foi ovacionado no evento popular com o presidente Lula e o futuro governador Marcelo Freixo”, disse.

Ceciliano estava acompanhado da deputada federal Jandira Feghali (PCdoB), do vereador Lindbergh Farias (PT) e do pré-candidato à deputado federal André Lazaroni (PV), partidos que compõem a federação. Todos destacaram a importância de ter André Ceciliano como senador do estado do Rio de Janeiro para consolidar a base de Lula em um eventual próximo governo.

Nordeste no coração

Antes do café da manhã, tal qual Patativa do Assaré, Ceciliano começou sua “falação” pedindo “licença pra minha história contar”. “Eu sou fio do Nordeste, não nego o meu naturá. Mas uma seca medonha me tangeu de lá para cá”, recitou o trecho do poema “Vaca Estrela e Boi Fubá”.

André reiterou seu apreço pela cultura popular nordestina, se dizendo fã de artistas como Vital Farias, Fagner, Belchior, Geraldo Azevedo, Jessier Quirino e Azulão. “Eu ganhei de presente uma viola do saudoso Azulão que fica lá no meu gabinete”, lembrou o deputado, que concedeu a maior honraria da Alerj, a Medalha Tiradentes, para o compositor pernambucano.

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS NO SEU EMAIL OU POR WHATSAPP

Mais notícias

Presidenta do PT diz que papel do ex-secretário de Assuntos Federativos vai além da sua

Lei determina a instalação de composteiras orgânicas nas escolas e foi proposta através da plataforma

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano

Fotos: Antônio Pinheiro O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva arrastou uma multidão pelas ruas

O Circo Voador, na Lapa, ficou lotado na noite desta quinta-feira (06/10), em um ato

Em clima festivo, o candidato ao Senado pela Federação Brasil da Esperança (PT/PV/PCdoB), André Ceciliano,

Foto: Reprodução / Instagram O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), votou na manhã deste