Com mais uma lei do André, Baixada pode ganhar metrô e linha 4 uma extensão

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Poder Executivo está autorizado a realizar um estudo de viabilidade técnica para a implantação da linha do metrô da Baixada Fluminense e da extensão da Linha 4, ligando o Jardim Oceânico ao Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca. A determinação é da Lei 8074/18, sancionada pelo governador Luiz Fernando Pezão e publicada no Diário Oficial do Poder Executivo desta terça-feira (28/08).

De autoria dos deputados André Ceciliano (PT), presidente em exercício da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), Luiz Martins (PDT) e da ex-deputada Rosângela Gomes, o estudo também deverá avaliar a possibilidade do metrô na superfície e o Executivo poderá usar recursos de empréstimos destinados ao setor de transportes. “Sabemos que o metrô é o meio de transporte mais eficiente e um dos que menos polui. Infelizmente, ele custa muito aos cofres públicos, o que obriga o gestor a avaliar com muito critério a melhor forma de sua implementação”, justificou Ceciliano. O estudo de viabilidade de extensão da Linha 4 deverá ser divulgado na imprensa oficial e nos jornais de grande circulação 30 dias após sua realização.

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS NO SEU EMAIL OU POR WHATSAPP

Mais notícias

O deputado André Ceciliano (PT) cumpriu uma extensa agenda política nesta segunda-feira (16/5) nas cidades

Ceciliano defendeu o protagonismo das universidades para recuperação econômica do Rio As ações do presidente

A Comissão Especial de Acompanhamento do Programa Supera RJ, criada pela Assembleia Legislativa do Estado

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), André Ceciliano (PT),

Comissão Parlamentar de Inquérito, presidida pelo deputado Luiz Paulo, vai analisar o compromisso de pagamento

Estado pode ser o primeiro da federação a possuir um plano regional. Medida pretende atrair

 Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta terça-feira (10/05), o Projeto