DOAÇÕES DA ALERJ PARA PESQUISA E ASSISTÊNCIA SOCIAL SÃO SANCIONADAS EM PLENÁRIO

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As doações de recursos da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) para o Fundo Municipal de Assistência Social do Rio e para a Universidade Federal Fluminense (UFF) foram sancionadas durante solenidade no plenário da Casa nesta quarta-feira (06/10). A sanção dos projetos de lei 4909/21 e 4.949/21 foi assinada pelo presidente da Casa, deputado André Ceciliano (PT), que assumiu interinamente o Governo do Estado nesta quarta-feira na ausência do governador Cláudio Castro, que está em viagem oficial ao exterior. A solenidade foi o primeiro ato de Ceciliano como governador em exercício e contou com a presença do secretário de Estado de Casa Civil, Nicola Miccione. O deputado Jair Bittencourt (PP) assumiu interinamente a presidência da Alerj e comandou os trabalhos do plenário nesta quarta.

Foto: Octacílio Barbosa / Alerj

As duas propostas foram aprovadas pelos deputados do Parlamento Fluminense na última terça-feira (05/10). Ao todo, a Alerj doará R$ 18 milhões à UFF e R$ 20 milhões para o Fundo Municipal de Assistência Social do Rio. “É um momento meio diferente, um dia presido e voto projetos e no outro sanciono. Não sei se já aconteceu isso antes. Mas só tenho a agradecer a todos e dizer que nós vamos estar por aqui, no Alerjão, despachando como governador esta semana”. 

Projetos sancionados

O investimento na UFF é para que a universidade crie uma plataforma, chamada de biotério central, que vai possibilitar o compartilhamento de pesquisas em áreas como a virologia, inclusive sobre o coronavírus, com outras instituições de pesquisa do Estado do Rio. “É a Alerj dando apoio às instituições que desenvolvem pesquisas e que trazem avanços à Saúde”, explicou Ceciliano.

Já a doação para a Assistência Social da capital Fluminense, também proposta originalmente por Ceciliano, é para a realização do acompanhamento e acolhimento das famílias em situação de rua.  “Temos visto famílias inteiras dormindo debaixo de marquises, em barracas de camping. Muitas pessoas estão passando necessidade fruto dessa crise econômica que foi agravada pela pandemia. No ano passado, ajudamos alguns municípios do interior do Estado do Rio, agora estamos ajudando a capital”, informou.

O Fundo Municipal de Assistência Social é gerido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, que já anunciou a intenção de aplicar os recursos no projeto ‘Abraço Carioca’, que prevê a criação de espaços de convivência, albergamento e segurança alimentar para a população em situação de rua. A secretária Laura Carneiro agradeceu aos deputados: “Os recursos serão muito importantes para nós, na cidade do Rio de Janeiro. É flagrante a situação, em consequência da pandemia, com as pessoas com muita fome. Então, poderemos ampliar ainda mais nossos serviços. Já são 2.600 pessoas acolhidas e, agora, vamos conseguir ampliar esse quadro, especialmente para as pessoas que sofrem com uso abusivo de drogas”, declarou a secretária. 

Além das duas propostas, André Ceciliano também sancionou o projeto de lei 4.369/21, de autoria do deputado Dionísio Lins (PP), que inclui no calendário oficial do Estado do Rio a “Feijoada da Beth Lira”, a ser comemorado no segundo domingo do mês de junho. Dionísio explicou que a feijoada acontece há muitos anos em Piedade, na Zona Norte do Rio e que a proposta tem como objetivo estimular o turismo, o lazer e, principalmente, o aquecimento da economia, com a criação de postos de empregos e vendas de produtos.

Cláudio Castro volta a assumir o Governo do Estado no próximo sábado (09/10).

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS NO SEU EMAIL OU POR WHATSAPP

Mais notícias

O deputado André Ceciliano (PT) cumpriu uma extensa agenda política nesta segunda-feira (16/5) nas cidades

Ceciliano defendeu o protagonismo das universidades para recuperação econômica do Rio As ações do presidente

A Comissão Especial de Acompanhamento do Programa Supera RJ, criada pela Assembleia Legislativa do Estado

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), André Ceciliano (PT),

Comissão Parlamentar de Inquérito, presidida pelo deputado Luiz Paulo, vai analisar o compromisso de pagamento

Estado pode ser o primeiro da federação a possuir um plano regional. Medida pretende atrair

 Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta terça-feira (10/05), o Projeto