PALÁCIO TIRADENTES INAUGURA EXPOSIÇÃO COM HOMENAGEM A DANTE ALIGHIERI E O CARNAVAL DA ITÁLIA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

xposição Dante Vale, em homenagem aos 700 anos da morte do poeta italiano, ficará em cartaz de 19 de outubro até janeiro de 2021 e a entrada será gratuita.

Antiga sede da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro por mais de 60 anos, o Palácio Tiradentes reabre suas portas para as artes e a cultura a partir da próxima terça-feira (19/10), após o longo período de pandemia. Para marcar a retomada do espaço, que se prepara para se tornar o mais novo Centro Cultural do estado, a população poderá visitar a “Exposição Dante Vale”, promovida pelo Consulado-Geral da Itália no Brasil, em homenagem aos 700 anos da morte do poeta italiano Dante Alighieri, eternizado em “A Divina Comédia”. A mostra foi inaugurada na noite desta quinta-feira (14/10) pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano (PT), e o cônsul-geral da Itália, Paolo Miraglia del Giudice, com a presença do governador Cláudio Castro, entre outras autoridades.

“Estamos abrindo as portas para essa belíssima exposição no palácio que tem a nossa memória da democracia em quase 200 anos”, disse o deputado André Ceciliano. Em sua fala, Castro também destacou a importância do Palácio Tiradentes para a arte e a cultura do Estado do Rio e parceria institucional com empresas italianas, que já fazem parte da economia carioca e fluminense. A exposição “Dante Vale” ocupará o Salão Nobre do Palácio Tiradentes até o dia 15 de janeiro de 2022, de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h, e aos sábados, das 10h às 17h. A entrada será gratuita.

O cônsul-geral da Itália fez uma apresentação sobre a mostra e o significado de Dante para a cultura italiana. “O evento representa mais uma ação para o fortalecimento do intercâmbio cultural entre a Itália e o Estado do Rio”, comentou Paolo del Giudice. Também prestigiaram o evento os deputados Chiquinho da Mangueira (PSC), Luiz Paulo (Cidadania), Márcio Pacheco (PSC), Noel de Carvalho (PSDB) e Ronaldo Anquieta (MDB), o presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargador Henrique Figueira, o procurador-geral de Justiça, Luciano Mattos; e o defensor público-geral Rodrigo Pacheco.

A Divina Comédia”, épica obra de Dante, é retratada na exposição por meio de 17 esboços originais de carros alegóricos que desfilaram em diferentes edições do carnaval de Viareggio, cidade italiana na região da Toscana, onde a festa popular tem 148 anos de tradição.

De forma satírica, as obras carnavalescas de Viareggio imprimem releitura moderna, com apelo político e social, do inferno, do purgatório e do paraíso dantescos, narrados no célebre livro que, há sete séculos, inspira gerações de artistas no mundo inteiro.

Em rápida explanação durante a cerimônia de abertura, o professor do curso de Línguas e Literatura Italiana da UFRJ, Carlos da Silva Sobral, pontuou que a obra de Dante não terminou de dizer o que tinha para dizer, não se exauriu após sete séculos. Ele disse, ainda, enxergar vestígios da obra de Dante no Carnaval brasileiro, na literatura e na música. “Machado de Assis também bebeu nessa fonte. Até o grupo de heavy metal Sepultura faz referências dantescas em ‘Dante XXI’, álbum lançado em 2016”, lembrou.

Ainda segundo o pesquisador, a universidade se debruça sobre estudos para decupar versos de ‘Garota de Ipanema’, de Vinicius de Moraes, traçando sua relação com o capítulo 21 de ‘Vita Nuova’, o pequeno livro que Dante Alighieri escreveu na juventude. “É importante mostrar como a cultura italiana se expande e penetra entre nós. Dante vive”, sentenciou.

Novo Centro Cultural

De acordo com o subdiretor do Departamento de Cultura da Alerj, Nelson Freitas, o Palácio Tiradentes vai se tornar um Centro Cltural com função museológica, assim como seus vizinhos – o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) e o Centro Cultural dos Correios, completando o corredor cultural existente no Centro do Rio. “Estamos desenhando o novo projeto do Palácio Tiradentes, que tem duas vertentes de ação: a política cultural que será realizada e as obras de reforma e modernização. São dois pilares que impulsionarão o novo plácio – A Casa da Democracia”, disse ele.

A inauguração da mostra Dante Vale contou ainda com a participação de importantes representantes da cultura fluminense como Suely Totarelli, diretora do CCBB; Ednor Medeiros, diretor do Centro Cultural Correios; Thiago Petra, diretor do Centro Cultural do Ministério da Saúde, e José Roberto Gifford, presidente da Funarj.

A Divina Comédia”, épica obra de Dante, é retratada na exposição por meio de 17 esboços originais de carros alegóricos que desfilaram em diferentes edições do carnaval de Viareggio, cidade italiana na região da Toscana, onde a festa popular tem 148 anos de tradição.

De forma satírica, as obras carnavalescas de Viareggio imprimem releitura moderna, com apelo político e social, do inferno, do purgatório e do paraíso dantescos, narrados no célebre livro que, há sete séculos, inspira gerações de artistas no mundo inteiro.

Poeta Supremo

Dante Alighieri é reverenciado na Itália como o “Poeta Supremo” por causa da sua obra-prima, que contribuiu para o nascimento da língua italiana. A literatura medieval era escrita em latim, mas ele escolheu o dialeto toscano para redigir ‘A Divina Comédia’, lançando assim as bases do italiano moderno. O sucesso da obra inspirou outros autores da Idade Média, como Petrarca e Boccaccio, a também utilizarem o dialeto toscano.

Por conta disso, Dante é reconhecido como ‘o pai da língua italiana’. Tanto que a entidade criada para difundir a língua e a cultura italiana mundialmente foi batizada ‘Sociedade Dante Alighieri’. Atualmente, a Itália planeja instalar em Florença, cidade natal do poeta, o Museu da Língua Italiana.

Serviço:

“Exposição Dante Vale”

Local: Salão Nobre do Palácio Tiradentes – Rua Primeiro de março, s/n – Praça XV –

Centro – Rio de Janeiro.

Data: 19/10/2021 a 15/01/2022.

Horário: das 10h às 19h (de segunda a sexta-feira) e das 10h às 17h (aos sábados).

Mais informações: www.dantevale.com.br

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS NO SEU EMAIL OU POR WHATSAPP

Mais notícias

O deputado André Ceciliano (PT) cumpriu uma extensa agenda política nesta segunda-feira (16/5) nas cidades

Ceciliano defendeu o protagonismo das universidades para recuperação econômica do Rio As ações do presidente

A Comissão Especial de Acompanhamento do Programa Supera RJ, criada pela Assembleia Legislativa do Estado

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), André Ceciliano (PT),

Comissão Parlamentar de Inquérito, presidida pelo deputado Luiz Paulo, vai analisar o compromisso de pagamento

Estado pode ser o primeiro da federação a possuir um plano regional. Medida pretende atrair

 Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta terça-feira (10/05), o Projeto