Proposta do André: Governo poderá realizar convênios para manutenção de veículos da área de segurança

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Governo do Estado poderá realizar convênios com empresas públicas ou privadas para a manutenção das frotas de veículos das polícias Civil e Militar do Estado do Rio. É o que determina o projeto de lei 2.832/17, de autoria do deputado André Ceciliano (PT), que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta terça-feira (11/09), em primeira discussão. O texto ainda será votado pela Casa em segunda discussão.

Segundo a proposta, o convênio com as empresas deverá seguir as regras da Lei Federal 8.666/93, conhecida como Lei de Licitações. O Governo do Estado também deverá enviar à Alerj, em um prazo de seis meses, uma cópia do pedido de licitação e do contrato realizado com as empresas.

O Poder Executivo regulamentará a norma através de decretos. “A crise financeira enfrentada pelo Estado do Rio tem dificultado o pagamento dos contratos de serviços prestados ao governo. Um dos problemas enfrentados é a falta de manutenção de viaturas da área de segurança. Os carros e motos utilizados pelas polícias Civil e Militar devem sempre estar em boas condições, já que esses automóveis são essenciais ao funcionamento da segurança do estado”, afirmou André Ceciliano.

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS NO SEU EMAIL OU POR WHATSAPP

Mais notícias

Presidenta do PT diz que papel do ex-secretário de Assuntos Federativos vai além da sua

Lei determina a instalação de composteiras orgânicas nas escolas e foi proposta através da plataforma

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano

Fotos: Antônio Pinheiro O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva arrastou uma multidão pelas ruas

O Circo Voador, na Lapa, ficou lotado na noite desta quinta-feira (06/10), em um ato

Em clima festivo, o candidato ao Senado pela Federação Brasil da Esperança (PT/PV/PCdoB), André Ceciliano,

Foto: Reprodução / Instagram O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), votou na manhã deste