Recuperação financeira do Rio é pauta de entrevista ao jornal Opção

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em entrevista ao Jornal Opção de Goiás, o deputado estadual André Ceciliano, presidente em exercício da Alerj, fala sobre a crise financeira do estado do Rio de Janeiro e as medidas tomadas para a recuperação fiscal. Além do pagamento de salários à servidores em 2018.

Em entrevista, Ceciliano afirma que os motivos da crise se deram inicialmente pela queda do preço internacional do Petróleo, que passou de U$ 100 dólares para U$ 28 dólares. O Rio deixou de receber R$ 8 bilhões para receber R$ 1 bilhão e 300 em 2016. Além disso, a queda nacional de 7% do PIB (Produto Interno Bruto) onde 33% corresponde ao Rio de Janeiro, desencadeou na desaceleração da cadeia produtiva no estado.

Ao mesmo tempo, desde 2007, o aumento de salários dos funcionários públicos ajudou no inchaço financeiro da máquina pública. A folha de pagamentos de 2006 para 2016 triplicou. Segundo o deputado, a folha dos funcionários ativos saiu de R$ 7 bilhões e 700 mil para R$ 23 bilhões, sendo que, a folha dos inativos, foi de R$ 5 bilhões e 800 mil para R$ 17 bilhões em 10 anos. Contabilizando mais pensionistas e aposentados do estado do que ativos. Uma das soluções encontradas para o equilíbrio financeiro, foi o aumento da contribuição dos ativos de 11% para 14 % sendo que, o aumento do governo foi de 22% para 28%.

Na cadeia de produção econômica, a criação do Polo automotivo no Rio foi uma das tentativas para a estabilização. Dos 60 % do incentivo fiscal que o Rio concedeu nos últimos anos, estão os do convênio do CONFAZ, (Conselho Nacional de Política Fazendária) no qual o REPETRO (Regime Aduaneiro Especial de Importação e Exportação de Bens Destinados à Pesquisa e Lavra de Petróleo e Gás) está inserido como um regime especial de exportação e importação de bens e equipamentos do setor de petróleo.

O ano de 2017 foi um ano de votações duras, como a venda da Cedae como garantia. Em contrapartida, foi votada e aprovada a PEC 47 que dá autonomia financeira para Universidades do Rio além do Fundo Estadual de Segurança Pública. André Ceciliano afirma em entrevista que haverá estabilidade salarial para 2018 segundo o governo do estado, sendo uma das boas notícias para o ano que se inicia.

Acesse o Portal Dia a Dia do deputado estadual André Ceciliano: andrececiliano.net

#AndréCeciliano
#DeputadoEstadual
#Trabalho #Alerj
#EmBonsPassos
#AndréResponde

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS NO SEU EMAIL OU POR WHATSAPP

Mais notícias

Ceciliano defendeu o protagonismo das universidades para recuperação econômica do Rio As ações do presidente

A Comissão Especial de Acompanhamento do Programa Supera RJ, criada pela Assembleia Legislativa do Estado

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), André Ceciliano (PT),

Comissão Parlamentar de Inquérito, presidida pelo deputado Luiz Paulo, vai analisar o compromisso de pagamento

Estado pode ser o primeiro da federação a possuir um plano regional. Medida pretende atrair

 Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta terça-feira (10/05), o Projeto

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano