Em evento na UFRJ, Ceciliano defende ciência e tecnologia como pilares para o desenvolvimento do Rio

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O deputado André Ceciliano (PT) defendeu o fortalecimento da economia do Estado através da ciência e da tecnologia durante um evento estudantil na Universidade Federal do Rio de Janeiro nesta segunda-feira (23/05). O evento contou com a presença do deputado federal Marcelo Freixo (PSB) e da coordenadora do Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ, Tatiana Roque. 

“A gente tem a academia, o complexo industrial da Saúde, a Fiocruz, institutos federais, universidades. Temos o conhecimento de pesquisa e desenvolvimento e precisamos usar esse saber para colocar na prática tudo aquilo que é produzido aqui”, disse Ceciliano, lembrando que as primeiras doses da vacina contra Covid-19 produzidas no Rio de Janeiro, pela Fiocruz, já começaram a ser aplicadas. “Aqui é um exemplo para o Brasil e precisamos transformar nosso conhecimento em produtos”, afirmou. 

Ceciliano também citou como exemplo a COPPE, vinculada à UFRJ, que possui a tecnologia necessária para fazer a transformação do gás natural, que tem mais de 70% da produção nacional no Rio, em fertilizantes nitrogenados – atraindo investimentos previstos no Plano Nacional de Fertilizantes. “Nós fizemos uma reunião com os técnicos da COPPE e precisamos transformar esse conhecimento para atrair investimentos. No ano passado, 90% dos fertilizantes usados nas lavouras do país foram importados”, comentou. 

O deputado voltou a criticar a instalação de termelétricas no Norte, Noroeste e Centro-Oeste do país, conforme previsto em lei sancionada pelo Governo Federal. “Em vez de gastar R$ 100 bilhões para levar o gás natural aqui do Sudeste para essas regiões do país, precisaríamos de apenas R$ 2 bilhões para trazê-lo da bacia de Santos até o Rio”, disse Ceciliano. 

Transformação pela Educação

No evento, Ceciliano ainda lembrou sua trajetória desde criança, quando começou a trabalhar aos nove anos, até ir para o mercado financeiro, aos 17. André Ceciliano também lembrou que foi prefeito de Paracambi por dois mandatos, depois de concorrer ao cargo e perder a eleição por menos de 100 votos, sendo reeleito no pleito seguinte à deputado estadual. 

Quando prefeito, foi responsável pela implementação da Fábrica do Conhecimento, um complexo educacional com 16 cursos superiores, sete de pós-graduação, escolas de ballet e música e instituições técnicas.  “Em Paracambi, sempre priorizamos a Educação. Quando entramos na prefeitura em 2021, vimos alunos da 7ª série que sabiam sequer ler e escrever porque o prefeito anterior tinha adotado o sistema de aprovação automática. Universalizei a Educação Infantil, implementei aulas de reforço e erradicou o analfabetismo na cidade. É um orgulho para nós e temos que fazer isso em todo o estado: uma escola com cultura, com teatro, com dança, como foi em Paracambi”, comentou.

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS NO SEU EMAIL OU POR WHATSAPP

Mais notícias

Presidenta do PT diz que papel do ex-secretário de Assuntos Federativos vai além da sua

Lei determina a instalação de composteiras orgânicas nas escolas e foi proposta através da plataforma

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano

Fotos: Antônio Pinheiro O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva arrastou uma multidão pelas ruas

O Circo Voador, na Lapa, ficou lotado na noite desta quinta-feira (06/10), em um ato

Em clima festivo, o candidato ao Senado pela Federação Brasil da Esperança (PT/PV/PCdoB), André Ceciliano,

Foto: Reprodução / Instagram O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), votou na manhã deste