Ex-ministro português Manuel Heitor recebe Medalha Tiradentes

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano (PT), entregou a Medalha Tiradentes – maior honraria concedida pelo Parlamento fluminense – ao ex-ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Governo de Portugal, professor catedrático Manuel Heitor, em sessão solene realizada no Plenário da Casa, nesta quarta-feira (08/06). Durante a cerimônia, Ceciliano relembrou a trajetória do homenageado, que atuou na modernização do sistema de ensino português como ministro entre novembro de 2015 e março de 2022; e como Secretário de Estado da mesma pasta, de 2005 a 2011.

“É um prazer poder homenagear o Manuel Heitor, que contribuiu com Portugal e também com o Brasil, e nada mais justos do que prestar uma homenagem a uma pessoa que valoriza a educação pública de qualidade, a ciência e tecnologia, a pesquisa e o desenvolvimento. Portugal é um exemplo nessa questão da tecnologia, de novas empresas e de defesa do ensino superior público qualificado. Nosso desejo é que possamos trazer para cá essa experiência, encaminhar nossos jovens e dar uma perspectiva de futuro às famílias”, declarou Ceciliano.

O parlamentar ainda enfatizou a necessidade de atualizar a legislação estadual em relação à área de ciência e tecnologia. “Desde a publicação do Marco Legal de Ciência e Tecnologia, em 2016, temos discutido a atualização da lei estadual. A aprovação do projeto que cria o Sistema Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação terá relevante importância para o ecossistema de inovação fluminense, porque vai alinhar a legislação do estado ao que o Marco Legal trouxe para a promoção de alianças estratégicas entre universidades, governo e empresas que tenham como foco as pessoas”, acrescentou o presidente da Alerj.

Agradecido pela homenagem, Manuel Heitor falou sobre o que representa para ele receber a Medalha Tiradentes. “Não posso deixar de agradecer à Alerj, e particularmente ao deputado André Ceciliano. Sempre me comportei como um estudante, e aqui aprendi a alegria da cultura carioca e fluminense. Sempre considerei o Rio de Janeiro como um laboratório vivo, e como tal, procurei aprender com os melhores e trabalhar com eles. É uma homenagem muito especial e importante, o Rio é uma referência para todos. Desenvolvi grandes projetos aqui e quero continuar desenvolvendo”, disse Heitor.

O professor afirmou, ainda, que encontrou no Rio de Janeiro personalidades ímpares de ciência e cultura em nível mundial, que possibilitaram sua participação em diversas iniciativas inovadoras: Rede Internacional Globelics; laboratórios colaborativos desenvolvidos em Portugal e no Brasil, com parceria da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz); além de iniciativas de popularização da ciência como a Ciência Viva em Portugal, que foi inspirada nos ateliês do Rio.

Durante a solenidade, também foi relembrado o trabalho da Alerj em parceria com instituições de ensino e pesquisa, como a doação de R$ 20 milhões à Fiocruz para ajudar a implementar um plano de enfrentamento à covid-19 nas comunidades do estado do Rio. A presidente da Fundação Oswaldo Cruz, Nísia Lima, destacou que essa é uma homenagem à atividade científica transdisciplinar, que congrega conhecimentos de diversas origens, e à inovação.

“A ciência inovadora é aquela que trabalha pela inclusão social, que une a academia e a política científica, e que envolve toda a sociedade, principalmente a população mais vulnerável nesse processo. A inovação significa gerar oportunidades, empregos, promover sustentabilidade e cidadania. O professor Manuel Heitor defende a humanização da ciência e a implementação de políticas para a juventude, algo muito importante na cooperação entre instituições científicas do Brasil e de Portugal”, afirmou Nísia.

Presente na reunião, a consulesa-geral de Portugal no Rio de Janeiro, Gabriela de Albergaria, salientou a importância da condecoração. “O professor Manuel Heitor fez um trabalho extraordinário em Portugal enquanto foi ministro da Educação, do Ensino Superior e da Ciência e Tecnologia. Durante seu mandato, ele promoveu um estreitamento dos laços entre Portugal e Brasil no âmbito da pesquisa. Ele é merecedor dessa homenagem”, contou.

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS NO SEU EMAIL OU POR WHATSAPP

Mais notícias

Presidenta do PT diz que papel do ex-secretário de Assuntos Federativos vai além da sua

Lei determina a instalação de composteiras orgânicas nas escolas e foi proposta através da plataforma

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano

Fotos: Antônio Pinheiro O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva arrastou uma multidão pelas ruas

O Circo Voador, na Lapa, ficou lotado na noite desta quinta-feira (06/10), em um ato

Em clima festivo, o candidato ao Senado pela Federação Brasil da Esperança (PT/PV/PCdoB), André Ceciliano,

Foto: Reprodução / Instagram O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), votou na manhã deste