Lei 7.275/2016 – Torna obrigatório desfibriladores em clínicas e laboratórios  

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 A Lei 7.275/2016 torna obrigatória a presença de desfibrilador em clínicas,  laboratórios e similares que realizem os “testes ergométricos”, “provas de esforço”, “teste de estresse físico” ou outro exame similar.

André Ceciliano justifica que nem todas as pessoas que fazem os testes sabem que sofrem de alguma doença do coração, colocando assim suas vidas em risco ao realizarem o exame. “Tivemos notícia de pessoas que sofreram paradas cardíacas no momento em que estavam realizando o teste de esforço, então esta Lei ajudará a salvar vidas”, afirma.

O desfibrilador é um equipamento que gera energia capaz de estimular o coração com dificuldades de contração.

Clique aqui para conferir a Lei na íntegra.

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS NO SEU EMAIL OU POR WHATSAPP

Mais notícias

Ceciliano defendeu o protagonismo das universidades para recuperação econômica do Rio As ações do presidente

A Comissão Especial de Acompanhamento do Programa Supera RJ, criada pela Assembleia Legislativa do Estado

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), André Ceciliano (PT),

Comissão Parlamentar de Inquérito, presidida pelo deputado Luiz Paulo, vai analisar o compromisso de pagamento

Estado pode ser o primeiro da federação a possuir um plano regional. Medida pretende atrair

 Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta terça-feira (10/05), o Projeto

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano